Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O último episódio de Belmonte

por A Framboesa, em 06.09.14

No inicio quando a novela estreou ainda acompanhei alguns episódios mas depois percebi que não me interessava muito, porém a publicidade e o pequeno resumo que dava no final da novela "O Beijo do Escorpião" ia dando para me manter actualizada e com uma noção da história. Com o anuncio do ultimo episódio, decidi assistir, afinal de contas os últimos episódios costumam ser ao género "felizes para sempre", mas o de ontem foi estranho... Aliás estava dentro das expectativas até aparecer o João Belmonte no manicómio a escrever "FIM" num livro, e eu penso: Ok! Foi parar ao manicómio e decidiu escrever o livro da sua vida! Mas não! Na realidade toda a historia da novela era ele que a tinha escrito e as personagens não eram mais que meras pessoas que conviviam com ele no manicómio. O que mais me chocou foi a maneira como filmaram os doentes, os seus comportamentos... Sem dúvida uma excelente realização que conseguiu manter as pessoas coladas ao ecrã, pelo menos eu fiquei... Mas confesso que não gostei muito do final e espero que não vire moda...

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

Cherry a 06.09.2014

Eu não vi a novela até ao fim, por isso achei engraçado. Mas eu acho que quem acompanhou tudo se deve ter sentido um bocado enganado, visto a familia Belmonte no fundo não existir e, como disseste, serem meras pessoas do manicómio.

Beijinhos,
Cherry

Imagem de perfil

A Framboesa a 06.09.2014

Pois até eu que não acompanhei a novela toda me senti "enganada"!
Beijinhos :)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D